blog voltar



Desde quando a Apple lançou o iPad e todos acharam que seria apenas um "iPhone Grande", Steve Jobs mostrou que nossa visão de um tablet estava um pouco distorcida. Hoje vemos o que o iPad e o mercado de tablets está se tornando.

Não existem dúvidas de que os tablets executam tarefas simples do dia-a-dia como ouvir música, assistir um filme, ler notícias e etc., com uma experiência jamais vista antes em um dispositivo móvel.

Houve também avanços maravilhosos em nossos celulares com a real chegada dos "smartphones" e seus novos e cheios de possibilidades 'eco-sistemas': Android do Google, iOS da Apple, WebOS da HP e mesmo o um pouco atrasado Windows Phone "7" da Microsoft.

Pode soar como articulação política, mas a publicação da MP534, que inclui a fabricação de tablets com redução de impostos e incentivos fiscais no país, demonstra o interesse do governo na tecnologia e reforça a necessidade de estudo e preparação para um mercado emergente.

A transição ocorre em nossas vidas e por vários motivos velhas tarefas migram para esses novos e maravilhosos caminhos. Consciente e inconscientemente, os dispositivos móveis ganham espaço no nosso dia a dia.

O momento 'novidade' ainda é muito forte, porém é forte também o momento em que dispositivos móveis se tornam ferramentas de trabalho dentro de empresas/ negócios, que se beneficiam com a inovação e as novas possibilidades que eles agregam.

Temos prazer de atuar nesse mercado e acompanhá-los nessa transição.

twitter